ESTENOSE DE URETRA

A estenose uretral, estreitamento uretral ou ainda "calo" uretral, é a diminuição do diâmetro da "luz" (parte oca do canal) da uretra, acarretando sintomas do tipo obstrutivo, como jato urinário fraco, necessidade de fazer força para urinar, resíduo pós-miccional e ainda sintomas irritativos, como ardência ou dor ao urinar e freqüência urinária elevada. 

Pode ter origem traumática, como nas fraturas de bacia, quedas "a cavaleiro" ou ainda uso prolongado de sonda uretral, resultando em lesão, que ao cicatrizar poderá tornar-se uma área de estenose. A forma mais comum é a inflamatória, após doenças venéreas 

Sintomas que podem ocorrer: 

  • Gotejamento persistente de urina após micção;
  • Sensação de bexiga cheia, mesmo após urinar;
  • Necessidade de urinar mais vezes que o habitual;
  • Sensação de ardência ao urinar;
  • Dificuldade de urinar;
  • Fluxo reduzido de urina;
  • Acordar à noite para urinar;
  • Incontinência urinária

 

Complicações 

A Estenose Uretral faz com que a bexiga passe a realizar um grande esforço para esvaziar a urina, podendo provocar alterações irreversíveis no seu funcionamento. Se o estreitamento da uretra não for tratado corretamente, também podem ocorrer outras complicações, porque parte da urina fica retida no interior da bexiga após a micção. Esse resíduo pode causar infecções urinárias chegando a acometer os rins (pielonefrites), próstata (prostatites) e testículos (orquites).

© 2019 Urologista Marcelo Salim. Todos os direitos reservados.
onclick="ga('send', 'event', 'botao', 'clique', 'enviar');"